Editor: Aristides Barros 

Co-editor: Joacir Gonçalves 

Contato: redacaoefeitoletal@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • YouTube

APÓS MANIFESTAÇÃO CRECHE DO INDAIÁ TERÁ SEGURANÇA

Moradores foram à Câmara dos Vereadores fazer o pedido e a Secretaria de Educação prometeu que escola terá "vigia"



Um dia depois de um grupo de moradores do Jardim Indaiá, em Bertioga - Litoral de São Paulo - ter ido à sede do Legislativo bertioguense, reivindicar aos vereadores segurança para as crianças atendidas pela creche do bairro, representantes da Secretaria Municipal de Educação de Bertioga foram até a unidade educacional conversar com os pais de alunos e se comprometeram em atender as exigências.

Os pais pediram ao menos um "vigia" na creche que é alvo constante de ações de vândalos e bandidos. A Secretaria disse designaria um vigilante para a creche e realizaria outras serviços necessitados pela unidade escolar.

A presença dos moradores do Indaiá na Câmara de Vereadores se deu em função à tragédia ocorrida em uma escola de Suzano onde dois atiradores mataram e feriram vários estudantes e funcionários da escola e depois se suicidaram. Aliado a isso, casos de banditismo ocorridos na própria Creche do Indaiá também forçaram a manifestação dos pais de alunos.

Segundo relatos deles, um bandido já entrou armado na creche durante o período de férias escolar. Não haviam alunos mas tinham funcionárias na unidade. O detalhe é que apenas mulheres trabalham no estabelecimento.

Os pais de alunos disseram que vão aguardar o cumprimento do que foi prometido pela Secretaria de Educação e que se as ações propostas não se concretizarem eles irão até a prefeitura reivindicar soluções ao caso diretamente com o prefeito.

MEDO


Durante a sessão de Câmara foi falado aos vereadores que a ação de criminosos no Jardim Indaiá não se resume a roubos e furtos de residências. Os bandidos e vândalos também têm como seus alvos a creche do bairro.

O ataque ocorrido na Escola de Suzano, palco da tragédia com vários estudantes mortos e feridos, foi um dos motivos que levaram os pais das crianças assistidas pela  Creche do Indaiá à Câmara reivindicar a segurança a seus filhos. "É chocante o que ocorreu em Suzano e não queremos que ocorra o mesmo com os nossos filhos. A situação de falta de segurança não é de agora, a tragédia em Suzano serviu para  nós todos pedirmos segurança na creche e no bairro para não chorarmos pelos nossos filhos", disseram.

13 visualizações